Adm. do Blog: Christine Marie - Nayarin

COMUNICO A TODOS QUE OS TEXTOS, VÍDEOS, CHARGES... DESTE BLOG ESTÃO SENDO POSTADOS DIRETAMENTE NA PÁGINA DIVINA LEELA

Visite e acompanhe também:


quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

"Tim Tim"

Onde termina o "velho" e começa o "novo"??
Brindemos AGORA :) ♥

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A "morte" de Sócrates - Osho


SÓCRATES ESTAVA a ponto de morrer. aproximavam-se os últimos momentos: já
estavam preparando o veneno para matá-lo. Ele perguntava uma e outra vez:
-Faz-se tarde, quando terminarão de preparar o veneno? Seus amigos choravam
e lhe diziam:
-Está louco? Queremos que vivas um pouco mais. subornamos ao que tem que
preparar o veneno: persuadimo-lo para que trabalhe devagar.
Sócrates saiu e disse ao que preparava o veneno:
-Está demorando muito. Parece que não sabe fazê-lo. É novo no ofício? Alguma
vez tinha preparado veneno? Alguma vez tinha administrado veneno a um condenado?
-Levo administrando veneno toda minha vida –disse o homem-, mas nunca tinha
visto um louco como você. por que tem tanta pressa? Estou-o preparando devagar para
que possa respirar um pouco mais, para que vivas um pouco mais, para que conserve a
vida um pouco mais. E você não deixa de dizer loucuras, de dizer que se faz tarde. por
que tem tanta pressa por morrer?
Tenho muita pressa porque quero ver a morte –disse Sócrates- Quero ver como é
a morte. E também quero ver, mesmo que se tenha produzido a morte, se eu sobreviver
ou não. Se não sobreviver, acabou-se toda a questão; e se sobreviver, então se acabou
a morte. Em realidade, quero ver quem morrerá com a morte: morrerá a morte, ou
morrerei eu? Quero ver se sobreviverá a morte ou se serei eu o que sobreviva. Mas
como poderei ver isto se não ser estando vivo?
Entregaram ao Sócrates o veneno. Seus amigos começaram a chorar por ele: não
estavam em seu são julgamento. E que fazia Sócrates? Dizia-lhes:
-O veneno chegou aos joelhos. Tenho as pernas completamente mortas até os
joelhos: se me cortassem isso, não me inteiraria. Mas, meus amigos, direi-lhes que
embora tenha mortas as pernas sigo vivo. Isto significa que uma coisa é segura: eu não
era minhas pernas. Sigo aqui; estou aqui completamente. Nada em mim se há disolvido
ainda. Agora perdi as duas pernas –seguiu dizendo Sócrates-; tudo terminou até minhas
pantorrilhas. Se me cortassem as pernas pelas pantorrilhas não sentiria nada. Mas eu
sigo aqui! E aqui estão meus amigos, que seguem chorando!
-Não chorem –diz Sócrates- Olhem! Hei aqui uma oportunidade para vós: um
homem se está morrendo e lhes está informando que segue vivo. Podem me cortar as
pernas inteiras, e nem sequer assim estarei morto; mesmo assim seguirei aqui.
Também me estão insensibilizando as mãos; minhas mãos também morrerão. Ah!
Quantas vezes me identifiquei com estas mãos, com estas mesmas mãos que agora me
estão deixando! Mas eu sigo aqui.
E Sócrates segue falando assim enquanto morre.
-Lentamente, tudo se pacifica –diz-; tudo se afunda, mas eu sigo intacto. dentro
de um momento possivelmente não seja capaz de seguir lhes informando, mas não criam
por isso que já não estou. Pois se eu estiver aqui depois de perder tanto de meu corpo,
como poderia me chegar o fim por perder um pouco mais do corpo? Possivelmente não
seja capaz de lhes informar (pois isso só é possível através do corpo), mas eu
permanecerei.
No último momento, diz:
-Agora, possivelmente lhes digo o último: falha-me a língua. Não poderei lhes
dizer uma só palavra mais, mas ainda lhes digo que existo.
Até o último momento da morte seguiu dizendo: “Sigo vivo”.

Do livro Aqui e Agora - Osho

domingo, 12 de dezembro de 2010

INconsciente coletivo


Há milhares de impostores no mundo, e o trabalho deles é o de lhes dizer como se desviar da escuridão e do sofrimento e da tristeza e simplesmente tornar-se iluminado. Basta uma meditação transcendental, repetindo um certo nome, e você se tornará uma alma realizada. Não há nenhuma conexão nisso, não há nenhum trabalho autêntico.

O que... acontecerá ao seu inconsciente? O que acontecerá ao seu inconsciente coletivo? Você está tentando desviar-se deles, simplesmente abandonando-os. Esse não é o caminho.

O caminho vai através deles. Você tem de cortá-los e passar através deles, sabendo perfeitamente que há alguém com você que já os atravessou e foi além. Não que você precise, como uma absoluta necessidade, da presença de um mestre.

Se você tem o coração e a confiança, até mesmo um Gautama Buda, de vinte e cinco séculos atrás, servirá. Depende da sua confiança, porque sempre houve pessoas, por todo o mundo, confirmando isto:

“Simplesmente entre atentamente na escuridão do inconsciente, acordado, alerta, porque esse é o único modo de se passar através disso.”.

A consciência é a única ponte entre você e o seu supremo florescimento. OSHO – The Mystic Rose

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Quem está aí?

O amante bateu à porta da bem-amada, e uma voz lá de dentro perguntou:
- Quem está aí?
E ele respondeu
- Sou eu.
A voz então disse:
- Esta casa não conterá nós dois.
E a porta continuou fechada. Então o amante foi para o deserto, e na solidão jejuou e orou. Retornou depois de um ano e bateu novamente à porta. E de novo a voz perguntou:
- Quem é?
E o amante respondeu:
- És tu mesma!
E a porta lhe foi aberta.  
Rumi
 

Leia também

Loading...

Receba as postagens deste Blog por E-mail

O nome dela é Tula (de Israel), uma das vozes mais lindas q já ouvi.

Postagens populares

Loading...

"A iluminação acontece quando acontece: não podemos ordená-la, não podemos provocá-la... ... Ela vem quando vem. O que quer que façamos pode apenas preparar-nos para recebê-la, para perceber quando ela chega, para reconhecê-la quando se manifesta." Osho

"Primeiro Seja - Relacionar-se é uma das maiores coisas da vida: é amar, compartilhar. Para amar é preciso transbordar de amor e para compartilhar é preciso ter (amor). Quem se relaciona respeita e não possui. A liberdade do outro não é invadida, ele permanece independente. Possuir é destruir todas as possibilidades de se relacionar. Relacionar é um processo. Relacionamento é diferente de relacionar-se: é completo, fixo, morto. Antes devemos nos relacionar conosco mesmos e escutar o coração para a vida ir além do intelecto, da lógica, da dialética e das discriminações. É bom evitar substantivos e enfatizar os verbos. A vida é feita de verbos: amar, cantar, dançar, relacionar, viver." Osho

Perfil no Orkut

Comunidade no Facebook

Comunidade no Facebook
Além dos Conceitos e Palavras

Meu Twitter